GO
Doenças Crónicas
Fale Connosco

Fibromialgia - Fadiga Crónica

Como se manifesta a fibromialgia

Fibromialgia é uma doença muscular crónica que afecta os tecidos moles, provocando uma incapacidade física.

Fibromialgia - Fadiga Crónica

A fibromialgia provoca dores acentuadas nos músculos, tendões e ligamentos, apesar de por vezes possa parecer que afecta os ossos e articulações.

A fibromialgia atinge cerca de 2% da população, surgindo em especial em mulheres entre os 20 e 50 anos.

Apesar de não se conhecerem as causas da fibromilagia, verificam-se alterações no organismo associadas ao seu aparecimento, tais como as perturbações no sono, tensão nervosa e depressão.

As pessoas tendem a ficar com os músculos em “baixo de forma”, quer pelo sono de má qualidade, quer pela ansiedade causada pela doença, quer pela dor muscular que dificulta os movimentos e o exercício físico. Entram num estado de Fadiga Crónica

Como se diagnostica a fibromialgia

A fibromialgia, uma vez que não provoca sinais físicos evidentes e não é detectada nos meios convencionais de diagnóstico, é diagnosticada por exclusão de partes.

A fibromialgia é diagnosticada quando se verifica a presença de dores musculares generalizadas, intensas e persistentes, bem como com a existência de pontos dolorosos à pressão dos dedos em zonas simétricas do corpo.

Factores de risco associados ao aparecimento da fibromialgia:

  • Antecedentes familiares
  • Alterações do sono
  • Tendência para antecipar sofrimento
  • Obsessão com o prognóstico de outras doenças
  • Traumatismo vertebral.
  • Dificuldade para lidar com adversidades;
  • Depressão e ansiedade
  • Disfunção emocional

Estar atento aos sinais de alarme, permite antecipar o processo terapêutico de prevenção ou de tratamento.

Previna-se da fibromialgia, ficando atento aos factores risco.

Tratamento da Fibromialgia com a Medicina Chinesa

Estratégia para o tratamento da Fibromialgia

No tratamento da fibromialgia, a Medicina Chinesa procura a eliminação da doença e não apenas atenuar os sintomas.

Tratamento da Fibromialgia com a Medicina Chinesa

Nos casos de Fibromialgia, a Medicina Convencional incide ao nível dos efeitos da doença, permitindo obter alguns benefícios na qualidade de vida dos doentes. Os métodos convencionais mais utilizados visam actuar em:

  • Melhoria do sono
  • Melhoria da forma física
  • Controlo da dor física
  • Controlo das emoções

Os resultados desta abordagem estão fortemente condicionados pela motivação e empenho dos pacientes e não eliminam as causas da fibromialgia.

A Medicina Chinesa, com a sua experiência milenar no reequilíbrio do organismo, dispõe de estratégia própria para tratamento da Fibromialgia.

O método da Medicina Chinesa para o tratamento da fibromilagia, começa pela identificação das causas do problema, seguido de um processo terapêutico abrangente, adequado ao paciente e ajustado ao diagnóstico efectuado.

Chek Up para tratamento da Fibromialgia

Antes de iniciar o tratamento da Fibromialgia, o Especialista em Medicina Chinesa executa um rigoroso diagnóstico energético utilizando técnicas específicas que passam pela interpretação de sintomas, aparências e de sinais subtis do corpo.

Muitos dos principais indicadores são obtidos a partir da observação da língua, face, olhos, pulso, músculos ou do corpo

Nos casos de fibromialgia é normalmente diagnosticado um vazio de qi, o que permite traçar o processo terapêutico.

Com a identificação da origem da disfunção do sistema muscular, o terapeuta estabelece o programa terapêutico adequado e, logo na primeira sessão, inicia o tratamento da fibromialgia.

Programa Terapêutico para a Fibromialgia

No tratamento da fibromialgia, a Medicina Chinesa utiliza métodos e produtos exclusivamente naturais ajustados a cada pessoa, promovendo o desbloqueio e o reequilíbrio energético do corpo.

O processo terapêutico da fibromialgia envolve habitualmente as seguintes actividades:

  • Sessões acupuntura frequentes nas primeiras semanas, com utilização de protocolo específico para fibromilagia, na maior parte dos casos, incidindo nos meridianos do estômago, rim e fígado.
  • Exercício físico específico, em especial alguns exercícios de chikung
  • Alteração de hábitos alimentares, em particular a eliminação de alimentos que contribuem para o agravamento da fibromialgia.
  • Suplementos alimentares específicos

A Medicina Chinesa tem vindo a registar cada vez mais casos clínicos de sucesso* no tratamento da fibromialgia, contribuindo significativamente para o bem-estar e qualidade de vida dos pacientes.

Na maior parte dos casos, o paciente conhece melhorias profundas e alívio logo após a primeira consulta.

Muitas pessoas deixam de sentir sintomas de fibromialgia após 6 ou 8 sessões.

O número de sessões necessárias para alcançar a cura depende sobretudo de empenho, motivação e envolvimento do paciente.

Algumas das vantagens da estratégia da Medicina Chinesa no tratamento da fibromialgia.

  • Sem químicos
  • Sem efeitos secundários
  • Protocolos acupunctura específicos
  • De forma equilibrada e progressiva
* Disclaimer: Os resultados variam de pessoa para pessoa, dependendo de condições de saúde prévias, bem como do cumprimento das orientações do terapeuta
Partilhar
Fale Connosco

Mais sobre Doenças Crónicas