X
GO

10 Formas de Viver para Sempre

Stamatis Moraitis era um homem com cerca de 60 anos, vivendo nos EUA, quando lhe foi diagnosticado cancro no pulmão e apenas 9 meses de vida. Considerou seguir o conselho do medico: quimioterapia agressiva para prolongar a vida, mas não curá-lo. Depois de reflectir, decidiu não aceitar e regressou à sua terra natal Ikaria, na Grécia para ser sepultado junto dos antepassados.

Ele e a mulher foram viver com os pais numa pequena casa com vinha, esperando morrer em breve. Enquanto se preparava para morrer, passou a frequentar a velha igreja, voltou a ligar-se a velhos amigos e a beber uns copos de vinho. Chegou a semear legumes na horta, sem esperar viver para os apanhar. Apanhava sol, gozava o ar do mar e dedicou-se a amar a mulher.

Passados 6 meses, não só não morreu, como se sentia melhor do que nunca. Passou a tratar da vinha durante o dia, tornando-se útil, e à tarde jogava dominó com os amigos.

35 anos depois, com 97 anos Moraitis ainda vive em Ikaria. A certa altura, 25 anos depois do diagnóstico, Moraitis regressous aos EUA para averiguar o que lhe tinha acontecido. Aparentemente os médicos tinham já morrido.

A Ilha onde as Pessoas se Esquecem de Morrer
O artigo no New York Times The Island Where People Forget To Die descreve os Ikarianos como uma população de gregos, como Moraitis, que vivem de forma saudável até aos 100 anos de idade.
Que podemos aprender com esta gente de Ikaria que vive mais tempo, é feliz e mais produtiva? Veja alguns factores de longevidade obtidos a partir de pesquisas junto desta população de centenários.

10 Coisas que Podemos Aprender com os Ikarianos

Durma bem e faça sestas

1. Durma bem e faça sestas.

Um estudo em 2008 conduzido pela Harvard School of Public Health avaliou mais de 23.000 Gregos e descobriu que dormir a sesta de vez em quando estava associado a 12% de redução de risco de doenças do coração. No entanto, sestas regulares – pelo menos 3 dias por semana - estavam associadas a 37% de redução. Alguém quer dormir?

2. Não se preocupe em chegar atrasado.

Chegue quando chegar e deixe que os outros façam o mesmo. Preocupar-se com a hora de chegada acelera os mecanismos de stress responsáveis pela diminuição da esperança de vida.

3. Faça uma horta, cuide-a e alimente-se dela.

Faça uma horta, cuide-a e alimente-se dela

Coma vegetais, evite carne, consuma muito azeite, evite produtos processados e beba vinho tinto na companhia de velhos amigos.

4. Não desista nunca dos seus propósitos

Descobrir e perseguir os seus objectivos ao longo da vida aumenta a longevidade. De facto, estudos associam reformas antecipadas a diminuição da esperança de vida. Em Okinawa, outra comunidade onde muita gente vive acima dos 100 anos, as pessoas aderem à noção de ikigai – “ a razão porque nos levantamos de manhã”. Faz os centenário saírem da cama ou do sofá para que façam diferença na comunidade. O Dr. Robert Butler, director do National Institute on Aging, diz que ser capaz de definir o significado da vida aumenta a longevidade.

5. Faça-o

Um estudo em Ikarianos entre os 65 e 100 anos revela que 80% afirma fazer sexo regularmente e 25% destes afirma que o fazem durante muito tempo e com satisfação. Vamos nessa.

6. Tome um placebo pelo menos uma vez por dia.

Tome um placebo pelo menos uma vez por dia

Ikarianos tomam uma colher de sopa de mel todas as manhãs. Acreditam que é um bom remédio e usam-no quer para prevenção quer para tratamento de doenças ou ferimentos. Consomem também regularmente um chá caseiro feito a partir de ervas que acreditam ter efeitos na longevidade.  Apesar dos bons benefícios do mel e ervas, é muito provável que os efeitos de relaxamento e redução do stress do pensamento positivo sejam bem mais potentes do que o chá e ervas propriamente.

7. Suba 20 montanhas todos os dias

Para de deslocarem na ilha, os Ikarianos andam a pé. E é uma ilha montanhosa. Exercício não é algo que fazem num ginásio. Faz parte integrante do estilo de vida.

8. Cultive o sentido de grupo.

Como já foi dito, encontrar a tribo, evitar a solidão e fazer parte da comunidade reduz para metade o risco de doença cardíaca e aumenta a vida em mais 10 anos. Faça parte da comunidade onde está inserido. Os Ikarianos vivem em casas multigeracionais e evitam passar tempo sozinhos.

9. Vá à Igreja.

Estudos revelam que assistir a serviços religiosos semanalmente aumenta a vida em 14 anos.

10. Rodeia-se de pessoas que seguem os hábitos de 1 a 9

Rodeia-se de pessoas que seguem os hábitos de 1 a 9

Quanto mais se rodeia de pessoas empenhadas em comportamentos saudáveis, mais passam a fazer parte da sua cultura. Se por outro lado se rodear de bebedores de cerveja barrigudos ou de obesos compulsivos, é mais fácil tornar-se um deles. Quando se dá com pessoas saudáveis e inspiradoras, torna-se mais fácil viver para sempre (bem.. ou quase para sempre).

O que funciona consigo?

Partilhe connosco as suas dicas para viver mais tempo

Adaptado de 10 Ways to live forever de Lissa Rankin

Partilhar
Quer melhorar a sua saúde?

Inscreva-se para receber a nossa newsletter:

Mais sobre Anti Aging com a Medicina Chinesa